sábado, 22 de setembro de 2007

Quando um papel frágil se transforma numa placa rígida

Levou um ano.
Um ano, um papelito aos quadradinhos, mal cortado, umas letras redondinhas, Mlle. Babo Rebelo, colado pela própria a olhómetro na caixa do correio.
Sem mais nem menos, surge no lugar um placa impressa: Mariana Babo Rebelo.
Levou um ano. Mas já está.
É aqui que ela mora, senhor carteiro.

2 comentários:

Mab disse...

Todos a mandar cartas pra Menina!
Linda,

Princess Fifi disse...

Quando tiveres assim mais tempo, arranja um homem para essa casa e por o nome dele num papel renhoso com fita-cola ao lado da tua gloriosa placa em tributo caixa-postal a femea independente. Estas em minha casa meu, vai lavar a loica, aspira o chao e quando acabares logo vejo se te dou a carta que chegou para ti.