sábado, 8 de dezembro de 2007

A Alfacinha vai ao cabeleireiro

Acabada de acordar, olha-se ao espelho a Alfacinha, ai qu’até m’assustei, pois é, na véspera cortara o cabelo.

Atormentada pela infidelidade à sua cabeleireira preferida (tatuada, pierçada, etc.), a Alfacinha decidiu mesmo assim ir cortar o cabelo. Mil desculpas, Cris! Encontrou um estabelecimento para tal efeito perto de casa, novinho em folha, com um ar modernaço: é ali que vou.
E de facto, não só era modernaço como praticava um «novo conceito», hmm novos conceitos, vamos lá ver que história é está… eu só queria mesmo cortar o cabelo, só isso….
Sentaram-na em frente a um espelhinho quadrado e explicaram-lhe o método: tem aqui uma série de palavras e cores, terá de escolher quais a representam melhor; depois, observe as formas de cara propostas e identifique a sua; em seguida, folheie esta revista e diga-nos qual o penteado que prefere. Bom, espero ter decorado tudo!
Começa a virar as páginas do folheto, à procura da palavra que melhor a caracteriza. Fluida? Estruturada? Vamos manter alguma seriedade nisto, Alfacinha, não te rias. Fina? Natural? Sim, é mesmo isso: natural. Estou a ver que isto é sofisticado, vou jogar pelo seguro; se me impingirem colorações eu saio-lhes com esta: ah! natural, lembram-se? Ora cor… Que cor? Porque será que só há tons de cor-de-rosa? Bom, vai este verde, deslavado é certo, mas ao menos não é este cor-de-rosa pindérico.
Próximo passo: forma da cara. Acho que redonda, assim à la bolacha Maria …
Cabeleireiro sofisticado, mas com o bom velho hábito de pôr revistas à disposição. Não resisto. Descobre então que a Britney Spears está a ser pressionada para escrever a sua autobiografia, sem comentários, que o Tom Cruise está a construir um bunker para se proteger de ataques de extraterrestres, que a Nicole Kidman terá feito um enriquecimento mamário (facto demonstrado pela comparação de duas fotografias, o antes e o depois, com círculos e flechas à volta dos ditos órgãos) … Daquelas coisas interessantes e enriquecedoras que se aprendem nos cabeleireiros ou nos consultórios médicos! Está partida de riso a Alfacinha quando chega a menina.
- Então, diga-me qual a sua palavra.
- Natural.
Concentra-se a menina, franze os olhos, olha bem para a Alfacinha, mexe, remexe-lhe o cabelo, põe-se ao nível dos olhos da Alfacinha, do seu lado direito, lado esquerdo, muda de perspectiva…
- Eu diria que a menina tem a cara quadrada, ou rectangular.
Eu!? Quadrada? Rectangular?
Vai então ao folheto…
- Bem, natural corresponde a uma cara triangular, ponta para baixo. Mas não se preocupe, pode se sentir natural mesmo tendo a cara rectangular.

Que alívio, por um segundo receei ter uma personalidade não condicente com a minha cara! Ora, mas que susto.

Visivelmente, a menina ainda não aprendeu de cor as correspondências, senão teria feito uma forcinha para convencer a Alfacinha que a sua cara é triangular…
Deixe estar, com um bocadinho de treino, há de ver que consegue chegar lá.

Ele há com cada uma, de facto… Como é que os cientistas ainda não provaram que a genética da cara determina também a personalidade?
Mas os cabeleireiros sabem. Eles sabem tudo.



(imagem daqui)

5 comentários:

Anónimo disse...

Verde?? Será que li bem? A Alfacinha com madeixas verdes (estou a imaginar..)não dá com o dito "natural" e o charme da Alfacinha vem mesmo é desse natural que não é triagular, nem quadrado nem redondo. O sublime não tem forma. É! Bjs JP

Mab disse...

Oh Alfacinha!
Preciso mas é de foto recente para ver o resultado final!!!

Paula Marques disse...

Que susto, alfacinha, "novos conceitos"?, deve mm ser de fugir! Da última vez, apanhei a minha artista doente, pelo que fui eu que, em casa, brinquei com a tesoura. Até agora, inda ninguém deu por nada. Acho que vou continuar a tomar-lhe o gosto. Antes isso que passar de uma cara rectangular a em trapézio!

Paula Marques disse...

E afinal, alfacinha, seu corte de cabelo está "au carré"? dégradé? ...

Mariana la Parisienne disse...

O corte ficou comme demandé.
Vim a saber depois que as tesouras que trataram de mim trataram dos problemas capilares das Misses Francesas... Bom, já tenho o cabelo. Só me falta o resto ;)