segunda-feira, 7 de maio de 2007

Ponto final, parágrafo.




Acabou-se o ambiente destas duas últimas semanas. Acabaram-se os panfletos no metro, Sarko? Não obrigada, toca a olhar para outro lado…, acabaram-se as discussões acesas, onde cada um dos lados se agarra com unhas e dentes às suas convicções. Acabaram-se os autocolantes nos degraus da escolinha da Alfacinha, Les jeunes pour Sego, que desapareciam misteriosamente de um dia para o outro. Deixar-se-ão de ouvir a cada esquina as dissilábicas palavras «Sego», «Sarko». Coisa à qual a Alfacinha reage, reagia…, aguçando os ouvidos para saber o que se diz, o que se dizia… Não se falava noutra coisa. Os comentários, as indirectas, as piadas, os trocadilhos, tudo girou em torno de duas pessoas.

Impossível passar ao lado. Impossível não tomar partido. Impossível não se empenhar. Uma cidade dividida ao meio. Duas metades activas, mobilizadas, em confronto em cada café, em cada rua. Por todo o lado amigos discutem, discutiam. De longe vêem-se os gestos, vêem-se as atitudes, o tom de voz. Não há que enganar.
Na turma da Alfacinha, as discussões eram diárias, intensas. Violentas mas argumentadas. A cada dia uma coisa nova. Os jornais circulavam, as opiniões surgiam e com elas os debates.

Duas semanas que ficarão na memória da Alfacinha: um ambiente contagiante, em que cada um se sente cidadão, se sente responsável pela escolha que tem a fazer e por isso expõe as suas ideias, confronta-as, defende-as. Com entusiasmo.


Fim deste movimento. Ponto final, parágrafo.

Espera a Alfacinha o que aí vem.


4 comentários:

Anónimo disse...

É assim o debate em democracia. O Futuro nda França, do hexagone, estavam em causa: um e outro apresentavam projectos políticos bem diferentes. Ganhou o mais conservador. Sarko cometeu mesmo a proeza de mobilizar a seu favor jovens das periferias que a ele se tinham oposto, alguns com violência!!! Não todos; muitos continuarão a opor-se-lhe. Mas há também um bocadinho de conservadorismo: uma mulher presidente da França?!?!
Dirá o teu pai: Funcionou a "Comunicação". Desta vez acho que ele tem razão.

eduardo graça disse...

Bonito, pá! Vou linkar no absorto, abraços.

Anónimo disse...

Fantástico Marianita Alfacinha.Como eu fico orgulhosa.Como tu escreves bem.Fantástico testemunho!....Fantástico!..

Anónimo disse...

Allo Mariana, pois é! isto agora vai andar tudo na ordem por esses lados... vai ser tudo corrido à bastonada! :)
mas olha se quiseres um socialista aí, eu não me importo de mandar um que temos por aqui!! beijinhos!! mano pedro